Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
6/05/20 às 20h57 - Atualizado em 6/05/20 às 21h04

Ponte garante segurança para pedestres de Planaltina

Reforma, que também contempla uma passarela, vai viabilizar acesso aos moradores do Núcleo Rural Rajadinha

 

Fotos: Lúcio Bernardo Jr. / Agência Brasília

 

Localizada a 18 km de Planaltina, a ponte do córrego Pipiripau, próximo a região rural conhecida como Rajadinha, estava capenga, estreita e feia. Pior, representava perigo para a circulação dos cerca de 3,5 mil moradores e produtores rurais de mais de cem chácaras e para os ônibus escolares que atendem a mais de 300 alunos da Escola Classe Rajadinha.

 

Com a iminência de desmoronamento, gerava, claro, medo e preocupação para todos que passam por lá. Uma situação que agora é coisa do passado, já que há quase um mês dezenas de homens do Departamento de Estradas e Rodagem do Distrito Federal (DER/DF), Novacap, Caesb e da administração local, trabalham para revitalizar o lugar.

 

Mais uma iniciativa do programa GDF Presente – ação intensiva de manutenção de espaços realizada pelo Governo do Distrito Federal em todo o DF -, a obra também conta com maquinário pesado. Tudo para deixar a passagem vicinal que faz ligação tanto para Planaltina, quanto Unaí (MG), em condições perfeitas.

 

“Quase todos os dias ando por aqui, ainda bem que o pessoal está reforçando a ponte, mais por causa dos ônibus, que passam cheio de crianças. A gente que é maneiro é tranquilo, mas carro grande é complicado”, conta o mineiro Sebastião José da Silva, 77 anos, há cinco anos morando na localidade.

 

As obras, que estão em sua reta final, começam cedo. A partir das 6h30 da manhã caminhões e escavadeiras já estão no local. O que aparentemente era para ser um serviço rápido, para três ou quatro dias, se tornou numa complexa engenharia de semanas que levou a canalização da água com manilhas, construção de novas galerias e alargamento da pista em três metros.

 

A novidade será a construção de uma passarela para pedestres. “Essa obra surgiu enquanto fazíamos a manutenção das vias da região”, conta o administrador Gilson Amorim. “Foi detectado que a ponte estava com problemas na estrutura e o 4º Distrito do DER assumiu essa demanda e tem feito um belíssimo trabalho”, elogia.

 

Engenheiro de estrada do DER com experiência de 30 anos, Cyrino Flávio Ferreira Silva detalha a complexidade do trabalho. Por conta do rompimento do bueiro e grande fluxo da queda d’água, foi preciso fazer aterro no local de 1,5 metro de altura. A terra para esse serviço foi tirada das margens da estrada. Pedras e meio fios vieram da Administração de Sobradinho.

 

“A dificuldade no começo foi justamente conseguir material, aterrar e dar condição da água correr sem atrapalhar, além de fazer o complemento da tubulação sem interromper o trânsito do pessoal”, explica, Ferreira, chefe do 4º Distrito Rodoviário do DER.

 

Trabalho integrado

 

A prova de que a união faz a força e ajuda para que o trabalho não pare, foi testada há três dias quando uma adutora de água rompeu durante as obras e, em  pouco tempo, tudo foi resolvido. “O mais legal de tudo é ver todo mundo se ajudando para se tornar possível a obra, não deixar o pessoal ilhado, não atrapalhando a circulação durante os trabalhos. A Caesb veio rápido e resolveu”, observa Ronaldo Alves, coordenador do Polo Área Norte do Programa GDF Presente.

 

Morador do setor de Chácaras desde 1983, Antônio Pedroso, concorda que a presteza e agilidade na manutenção da cidade tem sido um ponto positivo do atual governo. “Há 35 anos moramos aqui e sempre foi uma dificuldade para conseguirmos benefícios para a região, agora veio”, diz. “A gente ficou muito agradecido porque era uma demanda de dois anos, até carro já caiu aqui”, conta.

 

Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

DER

SAM Bloco C - Setor Complementares - Ed. Sede do DER/DF - CEP: 70.620.030 Telefone Geral: 3111-5500