Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
18/09/19 às 16h24 - Atualizado em 19/09/19 às 11h24

DER/DF promove palestra “O sentido da vida como prevenção ao suicídio”

A ministração ocorreu em alusão ao Setembro Amarelo, que trata sobre a prevenção e combate ao suicídio

 

 

O DER/DF promoveu, na tarde desta terça-feira (17), a palestra “O sentido da vida como prevenção ao suicídio”, em uma ação alusiva ao Setembro Amarelo, que é o mês de prevenção ao suicídio em todo o mundo. A palestra foi ministrada pelo psicólogo João Bezerra no auditório Célia Silva Menezes Senna. Estiveram presentes aproximadamente 30 pessoas, entre servidores do DER-DF, servidores de outras autarquias e populares.

 

Durante sua explanação, João Bezerra falou sobre as causas que podem levar uma pessoa a planejar e executar a ação suicida. “Independentemente do estágio em que o possível suicida se encontra é essencial o apoio incondicional da família, dos amigos, dos colegas de trabalho e de todos que fazem parte do seu círculo social. Questões psicológicas não tratadas podem levar à depressão e ao pensamento de morte”, apontou Bezerra.

 

 

Com bom humor, o profissional também falou sobre a importância do amor próprio e apontou caminhos simples, que podem ajudar a quem passa por dificuldades emocionais. Segundo ele, a utilização de palavras positivas e a realização de atividades que causam a sensação de prazer são de fundamental importância para o fortalecimento do amor próprio e da autoconfiança do indivíduo.

 

Um dos momentos que chocou os presentes foi quando o psicólogo chamou a atenção de todos para os casos de suicídio entre as crianças. Segundo Bezerra, na maioria dos casos os pequenos atentam contra a própria vida pela falta de acompanhamento diário dos pais. “A omissão e falta de presença emocional dos pais acarretam mais danos do que possamos imaginar, e isso tem levado muitas crianças a suicidar-se”, sinalizou.

 

No encerramento da palestra, João Bezerra convidou a psicóloga neurocientista e especialista em EMDR (sigla inglesa para Dessensibilização e Reprocessamento por meio dos Movimentos Oculares), Elyssa Ellen Macedo Dias, que falou sobre as técnicas que auxiliam o profissional da área a tratar seus pacientes que sofreram traumas de mais variadas naturezas. “Através desta técnica, podemos “voltar” no momento em que aconteceu o trauma e reprocessar a vivência do que aconteceu, alterando as consequências emocionais e físicas que o trauma causou naquela situação”, esclareceu.

 

 

Elyssa destacou ainda que o EMDR é tão eficiente que já foi usado em vítimas de várias tragédias, como nos sobreviventes da Boate Kiss (a tragédia ocorreu na madrugada do dia 27 de janeiro de 2013 e matou 242 pessoas e feriu 680 da cidade de Santa Maria, no Rio Grande do Sul.) e nas vítimas de Brumadinho (ocorrida na Grande BH, após o rompimento da Barragem Mina Córrego do Feijão, que provocou a morte de 248 funcionários da Vale e moradores da região), entre outras situações.

Bezerra parabenizou o DER-DF pela iniciativa de promover informação sobre o delicado assunto que é o suicídio, e que ainda hoje é visto por muitos como um tabu e encontra resistência por grande parte da população. “É importante que seja quebrado essa ideia de que quem procura psicólogo, psiquiatra ou fala sobre depressão e suicídio é louco. Muito pelo contrário, quem fala dos seus sentimentos é livre e tem menos predisposição para doenças emocionais e físicas, como infarto e AVC”, finalizou.

Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

DER

SAM Bloco C - Setor Complementares - Ed. Sede do DER/DF - CEP: 70.620.030 Telefone Geral: 3111-5500